Olá, Eu sou Multipotencial

Eita que demorou esse post hein? Na verdade era pra ser um vídeo no youtube, e acabei percebendo que fazia mais sentido de forma escrita mesmo. Aqui é assim, quem sabe faz ao vivo e improvisado. Ô louco meu. (Essa piada também foi ruim do mesmo jeito no podcast que introduziu o tópico desse post).

Sim, pessoal, eu sou multipotencial. Ou polímata. Ou pessoa da Renascença. Quer dizer que eu estou me colocando no mesmo grupo de Leonardo DaVinci! Mas é sério isso mesmo?

Na minha vida profissional, eu sempre me senti completamente perdida. Nunca soube o que fazer da minha vida e acabava me deixando levar apenas pela gana de aprender algo novo. Parece imaturidade, indecisão, burrice… Com certeza. Mas não, no final é só multipotencialidade. Quer dizer que, como um canivete suíço, possuímos múltiplos talentos e queremos utilizar todos eles de uma vez ou pelo menos, um atrás do outro.

Quer dizer que eu sou um gênio que nem Leonardo DaVinci que era matemático e ao mesmo tempo pintou a Mona Lisa? Não! Você não precisa ser super bom em tudo que gosta pra poder ser multipotencial. Isso foi um mito que me levou a ignorar meu chamado por muito tempo.

Pois então, Daniela, quais são os principais sinais de que você é multipotencial?

  1. Você se interessa por tudo e nada ao mesmo tempo
    Você ama escrever, pintar, já pensou em se tornar bióloga, psicóloga e taróloga.
  2. E está pronto(a) para estudar o que for preciso
    Você é um eterno estudante e não se envergonha disso…ou pelo menos não deveria se envergonhar!
  3. Você é criativa(o) acima de tudo
    Você sempre sabe encontrar soluções pra problemas por causa do quanto você tem armazenado na sua caixola.
  4. Você tentou se especializar em algo e não gostou (ou nunca conseguiu).
    E não tem problema algum nisso! O mundo está mudando e nós temos que mudar com ele! Estamos precisando de gente que faça de tudo um pouco em época da pandemia.

Então se você se identificou com três ou mais desses sinais, não se preocupe. Você não está perdido(A). Você só está explorando! A sua carreira não é um desastre mas sim uma expedição! Não se desanime nem desespere, que é fazendo uma coisa aqui outra ali que a gente chega lá.

Dany.

[Quintas de Podcast] Anime edition

Canhotices Podcast #4 – Mulan, Disney e Feminismo Canhotices Podcast

Falando sobre o novo remake da Disney e porque eu não gosto de remakes da Disney.  Bem isso.
  1. Canhotices Podcast #4 – Mulan, Disney e Feminismo
  2. Canhotices Podcast #3 – O que eu (Não) Aprendi na Faculdade
  3. Canhotices Podcast #2 – Meu Top 5 (Animes)
  4. Canhotices #1 – Taylor Swift, folklore e a Cultura do Cancelamento
  5. Canhotices Podcast (Trailer)

Olha que hoje tá bem interessante o podcast! Pra quem não sabe eu sou sim meio que um pouco fã de anime, embora não assista quase nada nunca. Eu sou assim, ok? Não tenho foco o suficiente pra assistir série de 500 temporadas.

Se você é como eu talvez você goste dos animes que menciono. O primeiro que eu menciono é Mushi-shi, classificado apenas como “terror” no netflix, quando ainda estava disponível por lá, mas quem assistiu sabe que não é bem assim. Ele tá mais pra um drama ou thriller psicológico.

Algo que eu amo em Mushi-shi e menciono no podcast são as paisagens lindas e o clima mais relaxante (mesmo sendo um drama!). Nada demonstra mais isso do que a abertura do anime. Se não viu, dá uma olhada:

Já tô meio chorosa/sonolenta…